Publicidade

 


Resultados 1 a 6 de 6

Tópico: Abelha

  1. #1
    G-Sat VIP Avatar de judas
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Localização
    alentejo
    Idade
    41
    Mensagens
    2.238
    Entradas no Blog
    1
    Agradecer
    21
    Agradecido 7 vezes
    Em 5 tópicos

    Padrão Abelha

     






    A Abelha



    As abelhas e a História


    A classificação zoológica das abelhas, segundo os biólogos, é a seguinte:


    REINO- Animal

    FILO- Arthropoda

    CLASSE- Insecta

    ORDEM- Hymenoptera

    SUBORDEM- Apocrita

    SUPERFAMÍLIA- Apoidea NOME CIENTÍFICO: Apis mellifera

    NOME COMUM: Abelha

    NOME EM INGLÊS: Bee


    Abelha é um inseto que pertence à ordem dos himenópteros e à família dos apídeos. São conhecidas cerca de vinte mil espécies diferentes e, são as abelhas do gênero Apis mellifera que mais se prestam para a polinização, ajudando a agricultura, produção de mel, geléia real, cera, própolis e pólem.

    As abelhas são insetos sociais que vivem em colônias. Elas são conhecidas há mais de 40 mil anos. A abelha do mel acha-se espalhada pela Europa, Ásia e África. A apicultura, a técnica de explorar racionalmente os produtos das abelhas existe desde o ano de 2400 a.C.. E os egípcios e gregos desenvolveram as rudimentares técnicas de manejo que só foram aperfeiçoadas no final do século XVII por apicultores como Lorenzo Langstroth (ele desenvolveu as bases da apicultura moderna).

    Inseto trabalhador, disciplinado, a abelha convive num sistema de extraordinária organização: em cada colméia existem cerca de 60 mil abelhas e cada colônia é constituída por uma única rainha, dezenas de zangões e milhares de operárias.As abelhas podem ser consideradas de acordo com seus hábitos, ou outras conveniências, em três categorias: sociais, solitárias e parasitas.

    Abelhas sociais - são as que vivem em enxames, isto é, em grande número de indivíduos no mesmo ninho, e onde haja divisão de trabalho e separação de castas. As castas são os membros da colméia, normalmente uma rainha, zangões e operárias. Embora sejam a minoria dentre as várias espécies, trazem em si o que realmentecaracteriza a essência do reino das abelhas.

    Abelhas solitárias - são as que vivem sozinhas e morrem antes que seus filhos atinjam a fase adulta. Constroem ninhos no chão, em fendas de pedras e árvores, em madeira podre ou em ninhos abandonados de outros insetos. Normalmente as fêmeas fecundadas preparam cuidadosamente o ninho, suprem cada célula com uma quantidade adequada de alimento preparado é base de pólen e mel, e colocam o ovo sobre essa camada de alimento. Então fecham cada célula, fecham o ninho por fora e vão embora.

    Abelhas parasitas -
    Uma abelha somente parasita outra abelha e utiliza-se apenas do trabalho e do alimento que o hospedeiro armazenou. Na maioria dos casos, o parasita invade os ninhos, coloca seus ovos nas células já prontas e aprovisionadas pelo hospedeiro e deixa que seus filhos se desenvolvam aos cuidados deste. Em alguns casos, o parasita passa a conviver com o hospedeiro e pode, até mesmo, desenvolver algum tipo de trabalho em conjunto.



    Um outro tipo de parasitismo interessante é encontrado num gênero de abelhas (Lestrimelitta, conhecida popularmente por abelha-limão) socialmente bem evoluídas. As espécies deste grupo (duas) constroem seus próprios ninhos, porém o material de construção e as provisões são roubadas de outros ninhos de espécies afins, como jatitubiba, abelha-canudo, etc. Essas abelhas saem em grande número, pois suas colônias chegam a ter milhares de indivíduos, invadem o ninho das outras e daí levam o material que necessitam. Esses ataques duram, às vezes, vários dias, e muitas abelhas morrem.

    Outro aspecto peculiar é que esses parasitas passam a defender o ninho conquistado contra pilhagens ou parasitas secundários, enquanto levam o material roubado. As abelhas-limão são tão bem adaptadas a este comportamento que sequer possuem as corbículas (Orgão situado no último par de pernas destinado à coleta de pólem).

    Introdução no Brasil




    A abelha do mel acha-se espalhada pela Europa, Ásia e África. A sua introdução no Brasil é atribuída aos jesuítas que estabeleceram suas missões no século XVIII, nos territórios que hoje fazem fronteira entre o Brasil e o Uruguai, no noroeste do Rio Grande do Sul.

    Essas abelhas provavelmente se espalharam pelas matas quando os jesuítas foram expulsos da região e delas não se teve mais notícias.

    Em 1839, o padre Antonio Carneiro Aureliano mandou vir colméias de Portugal e instalou-as no Rio de Janeiro. Em 1841 já haviam mais de 200 colméias, instaladas na Quinta Imperial. Em 1845, colonizadores alemães trouxeram abelhas da Alemanha (Nigra, Apis mellifera melífera) e iniciaram a apicultura nos Estados do sul. Entre 1870 e 1880, Frederico Hanemann trouxe abelhas italianas (Apis mellifera lingústica) para o Rio Grande do Sul. Em 1895, o padre Amaro Van Emelen trouxe abelhas da Itália para Pernambuco.



    Em 1906, Emílio Schenk também importou abelhas italianas, porém vindas da Alemanha. Por certo, além destas, muitas outras abelhas foram trazidas por imigrantes e viajantes procedentes do Velho Mundo, mas não houve registro desses fatos. Iniciava-se assim a apicultura brasileira. Durante mais de um século ela foi se desenvolvendo, principalmente nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Também em São Paulo e Rio de Janeiro havia uma atividade bem desenvolvida.



    [YOUTUBE]<object width="425" height="355"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/JzhyFjmTdqc&rel=1"></param><param name="wmode" value="transparent"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/JzhyFjmTdqc&rel=1" type="application/x-shockwave-flash" wmode="transparent" width="425" height="355"></embed></object>[/YOUTUBE]

  2. # ADS
    Link Patrocinador
    Data de Inscrição
    03-10-2006
    Localização
    G-Sat
    Idade
    6
    Mensagens
    Muitas

     

  3. #2
    G-Sat VIP Avatar de judas
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Localização
    alentejo
    Idade
    41
    Mensagens
    2.238
    Entradas no Blog
    1
    Agradecer
    21
    Agradecido 7 vezes
    Em 5 tópicos

    Padrão Re: A Abelha

    Anatomia

    O corpo da abelha é dividido basicamente em três partes:
    Cabeça



    É o centro sensorial da abelha, nela nos encontramos:

    * As antenas, responsável pelo aflafo;
    * Olhos compostos, localizados na lateral da cabeça, são responsáveis pela visão da abelha, são formados milhares de omatídeos (pequenos olhinhos);
    * Olhos simples (ocelos), auxiliam na percepção da luz e se localizam na parte da frente da cabeça;
    * Mandíbulas, na rainha e no zângão servem para abrir as células, nas operarias servem para moldar os favos, coletar o própole e segurar algo tenha entrado na colmeia;Aparelho Lambedor
    * Glossa (língua dos insetos), serve para sugar o néctar das flores. É envolvida pelos palpos labiais e maxilares que servem de protecção para a glossa;
    * Glândulas salivares e faciais.

    Tórax



    É o centro locomotor da abelha, nele encontramos: Perna posterior de uma abelha.

    * Três pares de patas.Nas patas anteriores as abelhas possuem uma estrutura que serve também para limpar as antenas e retenção do pólen na corbicula (espécie de cesta);
    * Nas patas medianas encontramos uma quantidade muito grande de pelos que são utilizados para limpar o tórax da abelha;
    * As patas posteriores encontramos a corbícula, formado por uma franja de pêlos nas tíbias posteriores;
    * Dois pares de azas;
    * Glândulas salivares e glândulas das patas.

    Abdómen



    É o local de armazenamento do corpo da abelha., é coberto de pêlos nele encontramos:

    * Aparelho reprodutor;Placas de cera sob o abdómen
    * Estômago de mel;
    * Estômago verdadeiro;
    * Os intestinos;
    * Aparelho circulatório;
    * Aparelho respiratório;
    * Aparelho digestivo;
    * Gânglios nervosos;
    * Glândulas salivares, glândulas de veneno entre outras.

  4. #3
    G-Sat VIP Avatar de judas
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Localização
    alentejo
    Idade
    41
    Mensagens
    2.238
    Entradas no Blog
    1
    Agradecer
    21
    Agradecido 7 vezes
    Em 5 tópicos

    Padrão Re: A Abelha

    Espécies



    As abelhas pertencem a família Apidae. Esta família possui duas subfamília:

    * Meliponinae - São sem ferrão, chamadas de abelhas indígenas, vivem
    em regiões subtropicais e tropicais. Possuem três tribos: Lestrimellitini, Trigonini e Meliponini;
    * Apinae - Encontramos os gêneros Apis e Bombus que possuem ferrão. No gênero Apis encontramos quatro espécies entre elas esta o Apis Mellifera que é a espécie mais utilizada para a produção de mel no mundo todo. Apesar de nossas abelhas indígenas não possuir ferrão, elas não são largamente utilizada para a produção de mel, porque sua produção e baixa em relação as abelhas sociais do grupo das africanizadas;



    * Apis Mellifera Adansonii - Habitam da África do sul até o sul do Saara. São abelhas muito agressivas, polinizadoras e enxameadoras. Foram introduzidas no Brasil por volta de 1956;

    * Apis Mellifera Lamarckii - São encontradas no vale do rio Nilo, também conhecidas como "Abelhas egípcias". São muito bravas, de baixa produtividade e não se adaptam muito bem as diversas praticas apícolas;

    * Apis Mellifera Ligustica -
    chamadas de "Abelhas Italianas", são encontradas na Itália e no litoral norte da Iugoslávia. São muito mansas, ficam calmas nos favos quando se faz o manuseio, são pouco enxameadoras. Foram introduzidas no Brasil por volta de 1879/1880;

    * Apis Mellifera Mellifera -
    Chamadas também de "Abelhas do Reino", são encontradas por quase todo a Europa. São muito mansas, mas ficam muito agitadas durante o manuseio.



    [YOUTUBE]<object width="425" height="355"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/Ude8rMUdo9g&rel=1"></param><param name="wmode" value="transparent"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/Ude8rMUdo9g&rel=1" type="application/x-shockwave-flash" wmode="transparent" width="425" height="355"></embed></object>[/YOUTUBE]

  5. #4
    G-Sat VIP Avatar de judas
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Localização
    alentejo
    Idade
    41
    Mensagens
    2.238
    Entradas no Blog
    1
    Agradecer
    21
    Agradecido 7 vezes
    Em 5 tópicos

    Padrão Re: A Abelha

    Reprodução



    * Após ser fecundada pelo zângão os espermatozóides ficam guardados em uma câmara chamada espermateca e serão utilizados pela vida toda da rainha. Ao porem os ovos nas células menores eles são fecundados, deste processo originarão as femeas. Quando ocorre da rainha depositar os ovos numa célula maior, eles não serão fecundados pelos espermatozóides, neste caso dara origem a machos, esta reprodução é chamada de assesuado ou partenogenese que é muito comum entre os insectos. Um fato curioso a este respeito da reprodução que dá origem ao zângão é que ele não tem pai, somente avós, e assim mesmo maternos.


  6. #5
    G-Sat VIP Avatar de judas
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Localização
    alentejo
    Idade
    41
    Mensagens
    2.238
    Entradas no Blog
    1
    Agradecer
    21
    Agradecido 7 vezes
    Em 5 tópicos

    Padrão Re: A Abelha

    Uma Vida de Trabalho



    As abelhas melíferas organizam-se em três classes principais: as operárias, que providenciam a alimentação, a rainha que pões ovos e o zângão, que se acasala com a rainha. Uma colónia de tamanho médio compreende uma rainha e cerca de cem zangões e sessenta mil operárias.
    Fêmeas estéreis, as operárias desempenham funções diferenciadas em uma colmeia, conforme sua "idade". Assim, as mais jovens dedicam-se, durante quatorze dias à nutrição das larvas, dos zangões e da rainha. Ao fim desse período, tornam-se coletoras (ou campineiras), saindo em busca de alimento pelos campo.
    Com vinte e um dias de vida, deixam as tarefas de coleta e voltam aos trabalhos no interior da colmeia. Suas glândulas secretoras de cera são activadas e elas transformam-se em "pedreiros", passando a construir e consertar as células, dentro das quais armazenam pólen e mel.
    As células são alvéolos hexagonais (têm seis lados iguais) que servem também de ninhos para os ovos da rainha.
    Além disso, a operária em sua última fase de vida dedica-se a limpar a colmeia, a fazer curtos vôos de treinamento nos arredores e a prestar seu "serviço militar", permanecendo de guarda junto à entrada e ferroando os intrusos.
    A Comunidade


    Uma colmeia tem, normalmente, uma família de abelhas, que é geralmente chamada de enxame. O enxame apresenta em media de 60.000 a 80.000 abelhas,chegando a casos que pode ter até 120.000 abelhas.
    As colmeias de abelhas melíferas apresentas vários favos, que são utilizados como berço de crias e para armazenar o mel e o pólen. Os favos formados por varias células,chamados também de alvéolos, encontramos todas as crias de zângão e abelhas operarias. Já a célula da rainha, chamada de realeiras, são maiores que a dos abelhas operarias e dos zangões, e apresentam-se na posição vertical.

    A família das abelhas é formada por três castas:
    zângão:



    * É o macho da colmeia;
    * São responsável,somente, pela fecundação da rainha;

    Por ser o único a ter livre acesso a qualquer colmeia, é o grande propagador de doenças entre as colméias. Vive até fecundar a rainha ou quando a colmeia tiver suprimentos em demasia. Depois que fecunda a rainha seus órgãos genitais juntamente com seu intestino, ficam presos a rainha. Se tiver sorte vivera ainda por um ou dois dias.
    Operarias:

    * Só colocam ovos em condições muito especiais;
    * É responsável pela limpeza dos alvéolos e da colmeia;
    * Alimentação das larvas;
    * Construção e reparos dos favos;
    * Defender a colmeia contra os possíveis inimigos;
    * Aquecer o Ambiente interno quando necessário;
    * Ventilação do ambiente interno quando necessário;
    * Coletar as substancias necessárias (pólen, água, néctar, própole) para a colmeia.

    As abelhas operarias vivem cerca de seis a oito semanas, dependendo da intensidade de actividade diária.
    Rainha:



    * Responsável pela colocação de ovos;
    * Responsável pela união e harmonia da colmeia;Abelha rainha saindo da realeira

    Só há uma rainha em cada colmeia, quando nasce uma rainha na colmeia a primeira coisa que ela faz e destruir as outras realeiras, se por ventura nascerem duas ou mais rainhas ao mesmo tempo elas brigam ate morrer, podem também se tolerarem desde que sejam todas virgens. Não coletam pólen nem néctar, também não fazem nem mel, geleia real e muito menos cera. Vivem de um a cinco anos dependendo de sua actividade diária.

  7. #6
    G-Sat VIP Avatar de judas
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Localização
    alentejo
    Idade
    41
    Mensagens
    2.238
    Entradas no Blog
    1
    Agradecer
    21
    Agradecido 7 vezes
    Em 5 tópicos

    Padrão Re: A Abelha

    Risco do ataque de abelhas

    Nem Todas São Domesticáveis


    As abelhas pertencem a ordem dos Himenópteros, da qual também fazem parte as formigas e as vespas. Exitem abelhas de muita espécies; nem todassão sociais ou seja, nem todas vivem em colônias.
    Ao contrário do que se pensa, a maioria delas se compõe de abelhas solitárias, que constroem seu ninho em ocos de árvores ou embaixo da terra. Já as abelhas sociais vivem juntas em grandes colônias de indivíduos e seus ninhos são chamados colméias.
    O corpo de um desses indivíduos que raramente ultrapassa 3,75 cm de comprimento é constituído de três partes: cabeça, tórax e abdômen. No torax encontram-se dois pares de asas e três pares de pernas. As fêmeas possuem um ovopositor na extremidade do abdômen, que é utilizado para depositar os ovos e contém um ferrão para picar os inimigos.
    Só as abelhas sociais são domesticáveis e destas a Apis mellifera é a espécie mais utilizada na produção comercial de mel, juntamente com as subespécies carnica (abelha cárnica) remipes (abelha caucásica), ligustica e aurea (duas variedades de abelhas italianas) e adansonii (abelha africana).

    GENERALIDADES

    Abelhas (Apis mellifera) são insetos himenópteros (com 2 pares de asas membranosas) que polinizam as plantas, produzem mel ... e também picadas mortais.

    Há cerca de 20.000 espécies de abelhas no mundo. O seu tamanho varia de 2 mm a 4 cm. Algumas são pretas ou cinzas, mas há as de cor amarela brilhante, vermelhas e verdes ou azuis metálicas.

    As abelhas africanas ou "abelhas assassinas", descendem das Sul-Africanas, importadas em 1956 por cientistas brasileiros, com vistas à melhoria da produção de mel e, desde então, vem se cruzando com as abelhas européias.

    Em virtude de um acidente ocorrido em São Paulo (1957) --- quando alguns enxames escaparam das colméias --- grande área do Brasil é hoje povoada pela abelha africana, de extraordinária produtividade, mas também de grande agressividade. Sua marcha para o Norte do Continente, há muito inquieta os criadores dos EUA.

    PERIGO CONSTANTE



    Trate as abelhas como você faria com qualquer outro animal venenoso, tal como uma cobra ou escorpião. Esteja alerta e afaste-se !

    Você já imaginou o desespero de um tratorista, ao ser atacado por um enxame, ao desmatar uma certa área ? Ou um agricultor, no topo de uma escada, colhendo frutos num laranjal ?

    As ocorrências relacionadas a enxames representam 33% das chamadas ao Corpo de Bombeiros de Recife-PE mas, segundo o Oficial informante (dado coletado na Internet), dos 15 a 20 registros diários, só 2 ou 3 envolvem ataque a pessoas.

    No Brasil já houve casos de pessoas atendidas em Hospital, com mais de 500 (quinhentas) picadas de abelhas.

    Caso você seja picado por mais de 15 (quinze) abelhas, ou se sentir qualquer sintoma além de dor e inflamação nos locais das picadas, procure auxílio médico imediatamente. Enquanto numa pessoa a picada provoca apenas dor e inchaço, em outras pode desencadear o choque anafilático, com parada cardíaca e morte (pessoas alérgicas).

    CONHEÇA OS HÁBITOS DAS ABELHAS

    Conhecer sobre este inseto e tomar certos cuidados, pode reduzir o risco de ser picado.

    A abelha africana (ou africanizada) é muito parecida com a abelha européia, usada como polinizadora na agricultura e para produção de mel. Os dois tipos têm a mesma aparência e seu comportamento é similar, em muitos aspectos. Nenhuma das duas tende a picar quando retiram nectar e polen das flores, mas ambas o farão para defender-se, se são provocadas. Um enxame em vôo, ou descansando momentaneamente, raramente molesta a gente; sem dúvida, todas as abelhas se tornam defensivas quando se estabelecem para formar uma colméia e começam a reproduzir-se.

    CARACTERÍSTICAS DAS ABELHAS EUROPÉIAS E AFRICANAS


    * São praticamente iguais no aspecto
    * Protegem a colméia e picam para defender-se
    * Podem picar apenas uma vez (cada uma)
    * Têm o mesmo tipo de veneno
    * Polinizam flores
    * Produzem mel e cera

    CARACTERÍSTICAS DAS ABELHAS AFRICANAS


    * Respondem rapidamente e atacam em enxames
    * Se sentem ameaçadas por pessoas e animais a menos de 15 m da colméia
    * Sentem vibrações no ar até a distância de cerca de 30 m da colméia
    * Perseguem os intrusos por cerca de 400 m ou mais
    * Estabelecem colméias em cavidades pequenas e em áreas protegidas, tais como: caixas, latas e baldes vazios, carros abandonados, madeira empilhada, moirões de cercas, galhos e ocos de árvores, garagens, muros, telhados, etc.

    CUIDADOS GERAIS PARA EVITAR PICADAS DE ABELHAS




    colméia de abelhas africanas

    * Use roupas claras, pois as escuras atraem as abelhas
    * Não use perfume, sabonete, loção pós-barba e spray fixador para cabelo
    * Evite movimentos bruscos e excessivos quando próximo à colméia
    * Não grite: as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos
    * Evite operar qualquer máquina barulhenta próximo à colméia
    * Preste atenção ao zumbido característico de um enxame
    * Tenha cuidado ao entrar em local que possa abrigar colméia
    * Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados
    * Idem, idem ao amarrar animais domésticos ou gado
    * Mantenha-se alerta ao executar as práticas culturais
    * Para remover colméias, chame os bombeiros, um apicultor ou firma especializada
    * Ensine as crianças a se precaverem e não molestarem as abelhas
    * Pergunte ao Médico sobre Primeiros Socorros e o que fazer se for alérgico a picadas
    * Observe se há abelhas entrando ou saindo do mesmo lugar


    OS ESPECIALISTAS CONCORDAM QUE O MELHOR MÉTODO PARA ESCAPAR DE UM ATAQUE DE ABELHAS É COBRIR A CABEÇA E CORRER PARA UM ABRIGO.



    cubra a cabeça Como regra geral, mantenha-se afastado de todo enxame ou colméia. Se encontrar alguma, afaste-se imediatamente. Ao correr, trate de proteger o rosto e os olhos, tanto quanto possível. Refugie-se num carro ou casa. A água (mergulhar no rio) e a vegetação densa não oferecem proteção suficiente. Não fique parado e nem trate de sacudir-se ou afugentá-las: os movimentos rápidos (e os sons agudos) provocam que as abelhas piquem.

    capuz para a cabeça Ao ser atacado, se você não tiver um pano (lenço, toalha, etc.) para cobrir a cabeça, faça-o com a própria camisa. As picadas nas costas e no peito que você deverá levar serão menos graves do que as que ocorreriam no rosto.

    Uma medida preventiva recomendável é levar sempre no bolso um capuz de pano ou de tela de mosquiteiro.

    EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL



    Os Equipamentos de Proteção Individual - E.P.I. utilizados no trato com as abelhas compõe-se de chapéu, capuz, macacão, luvas, fumigador, botas, etc. Praticamente só são utilizados por apicultores e equipes especializadas em remoção de colméias, seja do Corpo de Bombeiros ou de firmas especializadas no controle de insetos.

    O capuz citado logo acima, seria um EPI recomendado para o agricultor comum.

    O QUE FAZER APÓS TER SIDO ATACADO POR UM ENXAME DE ABELHAS

    Os efeitos das picadas das abelhas variam de intensidade, na dependência do número de ferroadas e da sensibilidade do indivíduo ao veneno.

    Quando perturbadas, as abelhas emitem um feromônio de alarme (iso-pentil acetato) e altas concentrações são depositadas com o ferrão no local da picada. Uma só abelha pode armazenar 0,1 mg de veneno e até 500 ferroadas (ou bem menos se a pessoa for alérgica) podem ameaçar a vida de um adulto.


    O VENENO DA ABELHA É UMA SUBSTÂNCIA (NA VERDADE, VÁRIAS) QUE PENETRA NA PELE COM O FERRÃO.

    O veneno contem diversos componentes. Os de princípio mais ativo são: histamina, melitina e duas enzimas: hialuronidase e fosfolipase.

    O veneno apresenta 3 efeitos no organismo:
    a) neurotóxico --- atua sobre o sistema nervoso;
    b) hemorrágico--- aumenta a permeabilidade dos capilares sanguíneos;
    c) hemolítico --- destrói os glóbulos vermelhos do sangue.

    COMO O VENENO SE MANIFESTA

    1. Forte dor, nos primeiros 2 a 3 minutos, proporcional ao número de picadas e conforme o local do corpo
    2. Inchação mais ou menos acentuada, de acordo com o local do corpo atingido
    3. Vermelhidão no local da ferroada
    4. Coceira local ou generalizada (nas pessoas alérgicas)
    5. Aumento da temperatura corporal, principalmente no local da picada
    6. Falta de ar (dificuldade de respirar)
    7. Os lábios adquirem cor azulada (em casos de alergia)

    PRIMEIROS SOCORROS


    Uma pessoa alérgica vai apresentar os primeiros sintomas 3 a 4 minutos após receber a(s) picada(s): dificuldade de respirar, pele avermelhada e até desmaio. Nesses casos, o melhor é não tentar atender em casa, mas levá-la ao Hospital para os Primeiros Socorros, o quanto antes.

Tópicos Similares

  1. A abelha Belinha e o urso Dum Dum
    Por M@trix no fórum Histórias e Adivinhas
    Respostas: 4
    Última Mensagem: 09-10-2009, 10:08
  2. Abelha Real
    Por jacinto.carla no fórum Cocktails
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 19-10-2007, 17:54
  3. Não sou como a abelha saqueadora...
    Por Miluem no fórum Pensamentos e Reflexões
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 04-07-2007, 13:10
  4. uma abelha...
    Por vander no fórum Curiosidades
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 17-06-2007, 16:26

Patrocínio em Destaque

Marcadores
DESCUBRA A DECO PROTESTE
Experimente já, durante 2 meses por apenas 2€ e receba um leitor MP5 multimédia de presente!
Saiba mais aqui.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •