Publicidade

 


Resultados 1 a 1 de 1

Tópico: Concordância do verbo com o sujeito

  1. #1
    G-Sat Veterano Avatar de mokyy
    Data de Inscrição
    Mar 2008
    Localização
    Santo Tirso
    Idade
    23
    Mensagens
    1.716
    Agradecer
    9
    Agradecido 15 vezes
    Em 11 tópicos

    Padrão Concordância do verbo com o sujeito



    Concordância do Verbo com o Sujeito Simples
    Concordância em Número e em Pessoa

    Eu relembro um conto tradicional. Nós contámos várias fábulas.
    Tu tinhas ouvido uma lenda. Vós sabeis muitos provérbios.
    Ela recitará uma quadra. Eles terão resolvido as adivinhas.

    As frases acima transcritas mostram-nos que o verbo concorda com o sujeito simples em número e em pessoa. Vejamos, agora, os seguintes casos:

    Quando o sujeito é um conjunto de seres, seguido de determinativo, o verbo tanto pode ir para o plural, concordando com esse determinativo, por atracção, como pode ir para o singular.
    Uma porção de contos tradicionais começam (ou começa) por «Era uma vez…». A maior parte das histórias acabam (ou acaba) bem.

    O sujeito indeterminado leva o verbo para a terceira pessoa, mas se essa indeterminação do sujeito é representada pelo pronome se, o verbo fica no singular.

    Dizem que viveram felizes para sempre.
    Diz-se que viveram felizes para sempre.
    Trata-se de uma história de encantar.

    O verbo haver, com o sentido de existir, acontecer, emprega-se impessoalmente e, como tal, fica sempre na terceira pessoa do singular.

    Havia muitas adivinhas sobre as coisas do dia-a-dia.

    O verbo mantém-se no plural, mesmo quando se refere a um sujeito único do singular, com exclusão de outros.

    Nem o conto nem a fábula estavam naquele livro.


    Concordância do Verbo com o Sujeito Composto
    Concordância em Número

    Quando o sujeito está antes do verbo, este vai para o plural.

    A Madrasta, o Príncipe e os Sete Anões são personagens dessa história.
    Quando o sujeito está depois do verbo, este vai para o plural se o elemento mais próximo for do plural.

    Saíram as irmãs e a madrasta.

    Mas, se o elemento mais próximo é do singular, o verbo tanto pode ir para o plural (o que é mais aconselhável) como para o singular.

    Saíram (ou saiu) a madrasta e as irmãs.
    Outros casos:

    Se o sujeito composto é concluído pelos pronomes tudo, ninguém, nada, ou pelas locuções pronominais cada um ou cada qual, o verbo vai para o singular.

    Florestas tenebrosas, torres altíssimas, dragões e outros monstros, nada impede os príncipes de salvar as donzelas.
    Gata Borralheira, Branca de Neve e Rapunzel, cada uma casa com um príncipe.

    Quando dois ou mais elementos do sujeito, no singular, indicam um único ser, o verbo fica no singular.

    Aquela maçã, aquele fruto envenenado, deixara-a enfeitiçada.

    Quando o verbo se encontra entre os elementos do sujeito, concorda com o elemento ou elementos que estão antes dele.

    A Capuchinho Vermelho salvou-se, e a Avozinha também.


    ||Fonte: O site da educação

  2. # ADS
    Link Patrocinador
    Data de Inscrição
    03-10-2006
    Localização
    G-Sat
    Idade
    6
    Mensagens
    Muitas
     

Patrocínio em Destaque

Marcadores
DESCUBRA A DECO PROTESTE
Experimente já, durante 2 meses por apenas 2€ e receba um leitor MP5 multimédia de presente!
Saiba mais aqui.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •