Publicidade

 


Resultados 1 a 1 de 1

Tpico: Recifes de Coral, sua Distribuio e Origem

  1. #1
    G-Sat VIP Avatar de satpa
    Data de Inscrio
    Nov 2006
    Localizao
    Perto do Corao
    Mensagens
    1.503
    Agradecer
    98
    Agradecido 185 vezes
    Em 137 tpicos

    40 Recifes de Coral, sua Distribuio e Origem



    Recifes de Coral, sua Distribuio e Origem


    Susana Ribeiro





    A comparao entre as diferentes espcies de corais presentes em vrias regies do planeta indicia a existncia de um gradiente de distribuio, principalmente dependente de factores ambientais, como a temperatura e salinidade.

    O maior nmero de espcies e gneros de coral ocorre numa rea do Indo-Pacfico, que inclui as Filipinas, o arquiplago da Indonsia, a Nova Guin e a Austrlia do Norte. Nesta rea foram identificados 50 gneros e algumas centenas de espcies. Considerando toda a rea do Indo-Pacfico temos 80 gneros e 700 espcies. O nmero de gneros e espcies diminui medida que nos afastamos desta rea, tanto para Norte ou Sul como para Este ou Oeste. Em contraste, no oceano Atlntico existem apenas 36 gneros e 62 espcies.

    A distribuio dos recifes de coral no uniforme, concentrando-se em zonas onde a temperatura mdia anual da gua superior a 20C no Inverno. No entanto, algumas espcies podem desenvolver-se durante certos perodos com temperaturas inferiores a 20C, mas nunca se desenvolvem quando a temperatura mnima mdia anual inferior a 18C (Wells, 1957 in Nybakken, 1988). O desenvolvimento ptimo dos recifes ocorre em guas onde a mdia anual da temperatura se situa entre 23-25C, podendo alguns tolerar temperaturas entre os 36-40C.



    de salientar que os recifes so reduzidos ou esto ausentes nos limites da rea tropical, como na costa Oeste da Amrica do Sul e da frica, pelo facto de serem zonas de upwelling (factor que se sente em zonas de interface entre o meio marinho e terrestre, devido elevao de massas de gua fria de zonas mais profundas) e existncia de correntes frias, como a do Per na Amrica do Sul e a corrente de Benguela na costa Africana.
    A geografia das formaes coralinas mostra que elas se limitam, salvo raras excepes, regio inter-tropical e a uma rea de 600 000 Km, uma vez que a este nvel que as condies naturais so mais favorveis aos corais construtores.

    Figura 1. Os factores fsicos limitam a distribuio dos recifes de coral. A comparao entre a distribuio dos recifes (A) e a dinmica das correntes quentes (B) mostra que os corais se desenvolvem entre os Trpicos de Cncer e Capricrnio, mais exactamente entre as termoclinas de 20C.

    Os recifes tambm se encontram limitados pela profundidade, no se desenvolvendo em profundidades superiores a 50-70m, sendo que a maioria se encontra a menos de 25m. Esta restrio est relacionada com a necessidade de luz no desenvolvimento dos corais. A luz essencial para a realizao da fotossntese pelas Zooxantelas (organismos simbiontes que vivem nos tecidos coralinos), de tal forma que, se esse factor se tornar limitante, a fotossntese reduzida e com ela a capacidade dos corais segregarem carbonato de clcio.


    Figura 2. Algas simbiticas que vivem nos tecidos de alguns animais dos recifes.


    Outro factor que restringe o desenvolvimento dos recifes a salinidade. Os corais hermatpicos so intolerantes a salinidades inferiores a 25% e superiores a 32%. Na costa atlntica da Amrica do Sul, os recifes esto ausentes, devido descarga de gua doce dos rios Amazona e Orinoco. No outro extremo temos os corais que se desenvolvem at 42% de salinidade, como acontece no Golfo Prsico.

    A sedimentao, que est relacionada com o escoamento de gua doce, tambm considerada um factor limitante no desenvolvimento dos corais. A maioria dos corais no suporta uma deposio elevada de sedimentos, no s porque estes se depositam nas estruturas alimentares, como tambm reduzem a luminosidade da gua, dificultando a fotossntese. Em geral, o desenvolvimento dos recifes de coral maior em reas que estejam sujeitas a forte hidrodinamismo (aco das ondas), uma vez que este factor fornece uma fonte constante de oxignio e de alimento, evitando ainda a sedimentao.

    A emerso dos corais tambm importante. A secreo de muco pode evitar a desidratao, mas apenas quando a emerso ocorre durante um curto perodo de tempo, j que os corais no sobrevivem emerso por mais de duas horas.

    Os recifes de coral apresentam complexas associaes com habitantes diversificados, que muitas vezes so de simbiose, estabelecidas com organismos to distintos como algas, crustceos, gastrpodes e peixes.



    Figura 3. Um aspecto da vivncia entre peixes e corais.


    No recife temos reas de substrato rochoso, onde se fixam muitos organismos ssseis (que vivem fixos ao substrato), e reas de areia, que requerem diferentes tipos de adaptao, da mesma forma que existem zonas de forte hidrodinamismo e outras zonas calmas, onde as correntes so mnimas. Esta grande diversidade de habitats uma das razes da grande diversidade de vida existente nos recifes.

    Tipos de Recifes


    Os recifes aparecem em diferentes tamanhos e formas, resultando das condies hidrolgicas e geolgicas que ocorrem em diferentes reas dos trpicos. Os tipos de recifes mais comuns so agrupados em trs categorias: atol, recife barreira e recife de franja.


    Os atis so facilmente distinguidos porque tm a forma de uma anel de recife que emerge da gua profunda, longe de terra firme, com uma lagoa no seu interior. Existem 425 atis documentados no Mundo (Stoddart, 1965 in Guilcher 1988) e o arquiplago com maior nmero de atis o Tuamotu, sendo o maior o atol de Kwajalein, nas ilhas Marshall.

    A distino entre os recifes barreira e de franja mais difcil. Ambos so adjacentes a massas de terra, mas o recife de barreira situa-se a uma maior distncia da terra da qual est separado por um canal de gua profunda. A maior barreira de coral tem aproximadamente 2000 Km e situa-se ao longo da costa Nordeste da Austrlia. A segunda maior barreira de coral situa-se ao largo do Mxico e Belize.

    Origem

    Durante muitos anos o Homem especulou sobre a origem dos atis. Este interesse aumentou quando se descobriu que os recifes de coral no podiam viver a mais de 50-70m de profundidade.

    A explicao da origem dos atis foi proposta por Charles Darwin, em 1830, depois da sua viagem de cinco anos no Beagle, durante a qual teve oportunidade de estudar vrios recifes. Segundo a teoria de subsidncia de Darwin, o atol tem a sua origem quando os recifes de franja comeam a crescer ao longo da costa de ilhas vulcnicas recentes. Ao longo do tempo, estas ilhas comeam a subsidir. Se a subsidncia no ocorrer muito rapidamente, os recifes conseguem adaptar-se, formando inicialmente um recife de franja, seguido do recife barreira e, finalmente, um atol, medida que a ilha desaparece.


    Figura 4. Evoluo geolgica de um atol de acordo com a teoria de subsidncia de Charles Darwin. 1) Ilha vulcnica rodeada por recifes de franja; 2) a cintura do recife tende a aumentar medida que a ilha se afunda; 3) o recife torna-se mais compacto; 4) a ilha desaparece e os corais esto mais desenvolvidos, delimitando uma lagoa profunda.

    O contnuo crescimento dos corais no exterior mantm o recife superfcie, mas no seu interior, devido s condies de gua calma e elevada sedimentao tal no possvel, o que faz com que se desenvolva uma lagoa.

    Por volta dos anos cinquenta fizeram-se perfuraes nas ilhas Marshall (atol de Eniwetok), at 1283 m de profundidade, onde se encontrou rocha vulcnica, confirmando assim a teoria de Darwin (Lad et al., 1953 in Nybakken, 1988). Esta teoria liga os trs tipos de recifes numa sequncia evolutiva, no sendo, no entanto, uma explicao para todos os recifes de franja e barreira.


    Referncias
    Guilcher, A. (1988). Coral Reef Geomorphology. John Wiley and Sons Ltd, 228p.
    Nybakken, J.W. (1988). Marine biology. An ecological approach. Harper and Row, Publishers, New York, 514p.






  2. # ADS
    Link Patrocinador
    Data de Inscrio
    03-10-2006
    Localizao
    G-Sat
    Mensagens
    Muitas
     

Patrocnio em Destaque

Marcadores
DESCUBRA A DECO PROTESTE
Experimente j, durante 2 meses por apenas 2 e receba um leitor MP5 multimdia de presente!
Saiba mais aqui.

Permisses de Postagem

  • Voc no pode iniciar novos tpicos
  • Voc no pode enviar respostas
  • Voc no pode enviar anexos
  • Voc no pode editar suas mensagens
  •