Publicidade

 


Resultados 1 a 1 de 1

Tópico: Parlamento Europeu retira voz a Portugal

  1. #1
    Administrador Avatar de Joao Santos
    Data de Inscrição
    Oct 2006
    Idade
    56
    Mensagens
    21.205
    Agradecer
    2.050
    Agradecido 2.748 vezes
    Em 1.703 tópicos
    Entradas no Blog
    43

     

    Padrão Parlamento Europeu retira voz a Portugal

     

    O PE aprovou um novo regulamento de funcionamento que restringe a acção individual dos deputados forçando-os a actuar, quase exclusivamente, no seio de grupos parlamentares internacionais em que a sua voz é escassa ou nula.


    As novas regras são dramáticas para países como Portugal que tem apenas 21 deputados europeus.

    Mudanças introduzidas

    A reforma do Parlamento Europeu passa por medidas que limitam a possibilidade de intervenção individual como:
    • A eliminação das declarações escritas, «um importante instrumento ao dispor dos deputados que permite trazer ao Parlamento Europeu temas diversos, bem como lutas e aspirações dos povos dos vários estados-membros»;
    • A limitação das declarações de voto orais e do número de resoluções (uma por mês) que cada deputado pode subscrever;
    • A limitação do número de perguntas escritas (máximo de 20 em três meses) às instituições como a Comissão Europeia e o Conselho;
    • A limitação do direito dos deputados de apresentarem propostas de alteração a relatórios, legislativos e não legislativos, em comissões especializadas das quais não sejam membros;
    • A limitação do número de votos nominais por sessão plenária, procedimento que permite identificar a forma como cada deputado vota, «imprescindível a um efectivo escrutínio sobre o trabalho dos eleitos»;
    • A par destas limitações é também introduzida a figura do “processo legislativo rápido”, “fast-track”, que limita a intervenção dos deputados e dificulta o seu escrutínio público.


    A intervenção individual dos deputados portugueses fica assim gravemente prejudicada.

    Importância da acção individual

    A importância para Portugal da acção individual dos deputados advém da quase irrelevância que os nossos deputados têm no interior dos grupos parlamentares em que se integram. A excepção, que confirma a regra, é o peso acrescido que PCP e BE têm no grupo a que conjuntamente pertencem. Mas mesmo essa fica em causa com a limitação de grupos parlamentares mais pequenos.

    Não podendo influenciar a agenda dos seus grupos parlamentares a única forma de trazer para a discussão europeia os problemas dos portugueses é através da acção individual.

    Vejamos em maior detalhe. Os 21 deputados europeus portugueses integram-se nos vários grupos parlamentares da seguinte forma:
    • 8 deputados do PS no grupo Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas, que agrupa partidos socialistas e social-democratas, composto por 189 parlamentares. Os portugueses representam apenas 4,2% do total do seu grupo, não tendo, por conseguinte, voz nas decisões;
    • 6 deputados do PSD, 1 do CDS e 1 do MPT no grupo do Partido Popular Europeu, que junta os partidos conservadores de direita. Os oito portugueses pesam somente 3,7% do seu agrupamento, ainda menos importância no seu grupo do que os socialistas;
    • 3 deputados do Partido Comunista Português e 1 do Bloco de Esquerda integrados no grupo Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde. Com 7,6% de um grupo parlamentar de 56 deputados, os deputados do PCP e do BE são que mais contam em termos do seu grupo parlamentar. O PCP é inclusivamente um dos partidos com maior representação na Esquerda Unitária Europeia.
    • 1 deputado, Marinho Pinto eleito pelo MPT mas que se recusou a enfileirar com o PSD nos conversadores europeus e aderiu aos liberais de Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa. A sua voz reduz-se a 1,4% do seu grupo. Não conta.
    • Como vemos com excepção dos comunistas os outros deputados portugueses pouco ou nada contam nos respectivos grupos parlamentares.

    Quem propôs esta reforma e quem a apoia

    Naturalmente a proposta tem o cunho da Alemanha e do grupo de países com que combina para impor a sua vontade na Europa.

    No Parlamento europeu a Alemanha tem preponderância em dois grupos políticos fortes: a Aliança Progressista dos Socialistas e Democratas, onde se integra o PS e no Partido Popular Europeu em que se integram PSD e CDS. No Partido Popular só os alemães representam 20% do total e na Aliança representam 14% sendo o SPD, com 27 deputados, o segundo maior partido depois do Partido Democrático Italiano que tem 29.

    Note-se, por exemplo, que nenhum partido inglês se integra no grupo parlamentar do Partido Popular Europeu tal é o controlo exercido pelos alemães.

    A proposta foi assim aprovada por estes dois grandes grupos parlamentares do Parlamento Europeu com grande oposição dos restantes grupos políticos.

    Como votaram os portugueses

    Apesar de a todos prejudicar, os eurodeputados portugueses integrados no PS, no PSD e no CDS seguiram a disciplina de votos dos seus grupos parlamentares e votaram a favor. Paulo Rangel (PSD) e Pedro Silva Pereira (PS), pertenceram inclusivamente à Comissão que preparou esta reforma.

    Os restantes eurodeputados votaram conta.

    Eis como os nossos eurodeputados conseguem dar um tiro nos próprios pés aceitando remeter-se a um papel secundário no Parlamento Europeu, instituição em que representam os portugueses.

    Que papel para Portugal na Europa?

    No Parlamento Europeu, a intervenção em prol de Portugal e dos seus interesses muito repousava na acção individual dos eurodeputados que agora passa a ser reduzida. Pergunta-se qual o papel que Portugal pretende ter na Europa?

    A pergunta inversa, que papel quer a União Europeia que Portugal tenha nas instituições europeias, parece cada vez mais esclarecida. O papel da irrelevância, da aprovação silenciosa e obediente das decisões da Alemanha e do seu grupo de acólitos.


    Jorge Fonseca de Almeida
    http://www.jornaltornado.pt/

  2. # ADS
    ========
    Data de Inscrição
    03-10-2006
    Idade
    6
    Mensagens
    Muitas

       Publicidade

     

     

Tópicos Similares

  1. Respostas: 0
    Última Mensagem: 21-10-2015, 14:52
  2. Webmail do Parlamento Europeu suspenso
    Por florindo no fórum Cybernews / TechNews
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 01-04-2011, 17:15
  3. Trabalho árduo no Parlamento Europeu
    Por Joao Santos no fórum Actualidades
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 22-04-2010, 22:29
  4. Partido Pirata à Porta do Parlamento Europeu
    Por marreta no fórum Cybernews / TechNews
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 25-05-2009, 21:25
  5. Desperdícios no Parlamento Europeu
    Por Jopiro no fórum Actualidades
    Respostas: 0
    Última Mensagem: 17-02-2007, 17:17

Tags para este Tópico

Patrocínio em Destaque

Marcadores
DESCUBRA A DECO PROTESTE
Experimente já, durante 2 meses por apenas 2€ e receba um leitor MP5 multimédia de presente!
Saiba mais aqui.

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •